Descubra a RTS. A terapia que vem mudado a vida de milhares de pessoas ao redor do mundo.
A terra é um colossal planeta prisão, criado para que as almas que caissem aqui sejam exterminadas.
Conheça Rosário Pedro, a quem a RTS ajudou a melhorar os sintomas de Cancro!
Viver de luz é uma capacidade latente em todo ser humano. Clique para saber mais.
Conheça nossos serviços parapsicológicos e agende seu horário! Clique para saber mais.

Pesquisar no site

terça-feira, 24 de julho de 2018

Traçando as Origens Ocultas do Natal

O Natal é realmente cogumelos mágico, adoração ao Sol e Saturno disfarçada?



O Natal voltou, e enquanto todos nós corremos para pendurar luzes e estrelas em todos os lugares, e adornando nossas árvores com enfeites vermelhos e brancos, quantos de nós refletem sobre as origens ocultas do Natal?

Quantos de nós percebemos que este festival alegre tem raízes, de fato, nas antigas tradições de cogumelos mágicos, adoração a Saturno e adoração ao sol?

O Natal de hoje é verdadeiramente uma trapalhada de rituais e celebrações antigas, com raízes desde os 4000 anos até os mesopotâmicos.

Isso não é surpreendente, pois o próprio cristianismo é uma religião emprestada, construída sobre as religiões copta (egípcia), mesopotâmica e babilônica anteriores.

O Natal realmente não tem nada a ver com o suposto aniversário histórico de um ser humano chamado Jesus.

Vamos dar uma olhada em algumas das tradições que formaram o Natal, para que possamos entender melhor seu simbolismo.

Jesus novamente retratado em arte religiosa com cogumelos mágicos.

A conexão do Natal-Cogumelo Magico

John Allegro era um livre pensador estudioso dos manuscritos do Mar Morto e arqueólogo. Em 1970, ele escreveu um livro fascinante e altamente controverso intitulado O Cogumelo Sagrado e a Cruz (The Sacred Mushroom and the Cross), cujo subtítulo era um estudo da natureza e das origens do cristianismo dentro dos cultos da fertilidade do antigo Oriente Próximo.

Nele, ele apresentou a ideia única de que o cristianismo era uma expressão de um antigo culto que adorava sexo e cogumelos. Para estudiosos moralista e apologistas cristãos, essa ideia era simplesmente demais para eles contemplarem, mas Allegro forneceu uma quantidade impressionante de evidências para apoiar suas reivindicações.

A Amanita é um cogumelo magico do sagrado Santo Graal?

No entanto, suas ideias têm mérito. James Arthur e outros depois de Allegro desenvolveram ainda mais a ideia da conexão do cogumelo mágico-natalino. As amanitas também estão ligadas à fertilidade e ao sexo; eles têm uma aparência sexual, representando tanto o masculino quanto o feminino. Em diferentes fases do seu ciclo de vida de crescimento, eles se assemelham a um falo, peito e yoni (Do Sânscrito, que significa "passagem divina", "lugar de nascimento", "fonte de vida", "templo sagrado").

É interessante notar que Jesus retratou em arte religiosa com cogumelos amanita em torno dele.

O Papai Noel vermelho e branco ou São Nicolau é uma representação moderna do xamã da aldeia que conhecia a farmacopeia? O Santo Graal é realmente o Amanita maduro com suas bordas enroladas?

Amanitas eram a fonte de poder e discernimento para a velha classe dominante de sacerdotes? E talvez o mais importante, que parte o Amanita desempenha nas origens da humanidade? Estas são questões interessantes para refletir sobre como você decorar sua árvore em vermelho e branco com enfeites de cogumelos este ano.


A conexão de adoração Natal-Sol

Graças à pesquisa inovadora de investigadores como Jordan Maxwell (cujo trabalho foi a base de um importante segmento do filme de sucesso Zeitgeist), as pessoas começaram a perceber a ligação entre o Natal e o culto ao sol.

Em sua essência, os Illuminati e sociedades secretas que dirigem o mundo estão profundamente na magia negra, que, definido, é o uso de forças invisíveis e desconhecidas para ganhar poder e controle sobre os outros.

Os Illuminati são magos negros. Eles utilizam certos poderes e, em seguida, através de seu controle da mídia e da academia, divulgam desinformações e mentiras para impedir que as pessoas acreditem e acessem esses mesmos poderes, para que sua base de poder não seja corroída.

Uma interpretação de arte cristã típica de Jesus. Observe o sol em cruz na parte de trás

O Natal é tudo sobre o nascimento do "filho" (Son). Mas e se for realmente o nascimento ou o renascimento do "sol" (Sun)?

Um sol que passa por uma “primavera”, sobe a uma altura (solstício de verão), depois passa por uma “queda” (outono)? O cristianismo nos diz que Jesus, o filho, é nosso salvador.

No entanto, falando literalmente, o "sol" é nosso salvador; sem o sol, haveria pouca ou nenhuma vida na Terra.

Por isso, é natural que a adoração ao sol tenha sido praticada por culturas primitivas em todo o mundo, especialmente nos dias chaves após o solstício de inverno, quando o sol desaparece no horizonte, nas latitudes setentrionais, durante 3 dias. Jesus estava morto pelos 3 dias. É esta a "morte" simbólica do sol?

25 de dezembro é o primeiro dia em que o filho ou o sol faz seu retorno triunfante. Muitas pessoas zombam das primeiras religiões e as classificam como primitivas, sem realmente perceber que o próprio cristianismo roubou ou construiu (dependendo do seu ponto de vista) essas tradições exatas.

É pura coincidência que a data do Natal seja sempre 25 de dezembro de cada ano, exatamente 3 dias após a 22 (ou noite do dia 21), a data do solstício de inverno?

É outra coincidência que Jesus é retratado em toda parte da arte cristã em cima de uma cruz do sol, mostrando a jornada do sol através das 4 estações todos os anos?

O Natal é um ritual elaborado para atrair de volta o “sol pródigo” da morte?



Existe uma conexão de culto de Natal e Saturno através do antigo festival de Saturnália.

A conexão de culto de Natal-Saturno.

Finalmente, chegamos à conexão de Saturno.

A conexão Natal-Saturno está longe de ser a única conexão que Saturno tem com muitas atividades modernas (obscuras).Saturno é o antigo deus romano do tempo, da colheita, da lei, da tirania e da morte. No antigo panteão grego ele era Chronos, significando o tempo, e do qual obtemos palavras como cronológica.

Para aqueles que investigam a conspiração global, Saturno tem um significado particular. Por quê?

Porque Saturno - e o que ele representa - é o objeto de adoração de algumas das sociedades secretas que hoje controlam o planeta.

De fato, a adoração de Saturno é um tema que perpassa o padre, o advogado e as classes acadêmicas, como pode ser visto pelo uso de vestidos e morteiros quadrados na cor do preto - a cor de Saturno.

Para citar Jordan Maxwell:

Quando você se forma no ensino médio, você sai processionalmente com um robe preto…e usa o capelo quadrado no alto da sua cabeça. Os morteiros quadrados são, naturalmente, usados pelos maçons para o gesso, é por isso que você usa um capelo quadrado quando se forma, tornando-se um ex-aluno. Tudo tem a ver com a Maçonaria; tudo isso tem a ver com o controle da educação neste país.

No início do primeiro século D.C., Saturno teve uma presença muito forte na cidade mais poderosa do mundo: Roma.

Todos os anos, de 17 a 25 de dezembro, havia uma festividade selvagem e licenciosa em sua homenagem, chamada Saturnalia.

Para esses 8 dias do ano, as pessoas se desgarrariam em um período de total ilegalidade; Os tribunais romanos foram fechados e a lei romana ditava que ninguém poderia ser punido por danos materiais ou ferir pessoas durante o festival.

Houve intoxicação generalizada, pessoas correndo por aí nuas, estupros e orgias.

Houve até mesmo sacrifício humano - um tema que continua subjazendo alguns dos rituais estranhos e obscuros praticados pela elite governante de hoje em lugares como Bohemian Grove.

Segundo algumas fontes, o Natal foi inventado para competir com as celebrações pagãs como Saturnalia, porque era tão popular. Foi uma estratégia bem sucedida.

Com o tempo, a Igreja adotou muitos rituais pagãos em sua tentativa de tornar o cristianismo mais atraente para os convertidos.


O que o Natal significa para você?

Em última análise, todos nós imbuímos nossas vidas e atividades com nosso próprio senso de significado. Você pode decidir o que o Natal significa para você.

Contudo, é sempre bom estar ciente das origens ocultas e do simbolismo oculto das tradições e eventos, pois, como disse Confúcio, o mundo é governado por sinais e símbolos, não palavras ou leis.

Símbolos se comunicam diretamente com nosso subconsciente e guiam nossas vidas por trás dos bastidores, então escolha conscientemente a que coisas você dá sua atenção e energia.


Fonte: Waking Times.
Tradução: Leonhard Lng.